11 de agosto de 2017

Foz 3º Dia: Hotel, Marco das Três Fronteiras, Dia do Rock



     Este dia foi dedicado (quase) todo para curtir o hotel Recanto Thermas Cataratas. Que adianta ficar em um resort se você não aproveita o que ele oferece ? Isso deu a chance de descansar bastante, acordar a hora que for (sem perder o café, é claro!) e se preparar para os próximos passeios.


     Tomamos um café da manhã reforçado, pois o buffet de lá é caprichado! Eu fiquei no básico como omelete, salada de frutas, ovo, iogurte e suco de laranja com couve (Bia me acompanhou em alguns deles), mas Cris e Gabriel já entraram mais a fundo nas gordices... 
Café da Manhã
Café da Manhã

Piscina Aquecida
        Enquanto Gabriel aproveitava o resto do hotel, como salão de jogos, campo, etc... passamos o resto da manhã na piscina quente e coberta. Bia adora piscina, passa horas em uma e não se cansa ! O hotel possui uma piscina externa das thermas, mas é uma água muito pouco quente, o que desanima, pois o vento fora estava frio, mas o hotel possui também uma piscina aquecida e coberta, que nos deixa muito mais a vontade. Bia aproveitou essa manhã toda na piscina e só saiu quando estava muito cansada mesmo.
Prontos para a piscina
Piscina Aquecida
Piscina Aquecida
Piscina Aquecida
Piscina Aquecida
Adicionar legenda


     Depois da piscina e um bom banho, esquentei na copa de bebês o almoço da Bia e depois de ela almoçar enquanto todos tomavam banho, voltamos para o bar da piscina e almoçamos por lá mesmo, enquanto a bia brincava na brinquedoteca que fica ali do lado (na verdade comemos todos dentro da brinquedoteca!). 
Almoço da Bia
Almoço da Bia
Enquanto o almoço não sai...



     Nossa tarde no hotel ainda estava começando, levei a Bia no parquinho com túneis e pontes que fica ao lado da piscina externa, e depois, enquanto ela tirava seu cochilo à tarde eu aproveitei para ir na academia, é claro...
Parquinho do Hotel
Parquinho do Hotel
Academia


Marco das Três Fronteiras

     Mas o dia não estava reservado todo para ficar no hotel. Havia programado ir ver o pôr-do-sol no Marco das Três Fronteiras. O Marco é um espaço recém reformado localizado onde os rios Iguaçu e Paraná se juntam, e é exatamente onde os três países, Argentina, Paraguai e Brasil se encontram.
     Chegar lá foi fácil (graças ao GPS), é perto da cidade e não demorou nada. Para entrar, paga-se um ingresso na entrada e possui também estacionamento amplo, que estava liberado no dia que fomos, mas vi algumas cancelas sendo colocadas, possivelmente no futuro o estacionamento será pago.

     Na lojinha das cataratas, ao comprar as capas para a Cris e Bia, ganhei uma entrada para o Marco na compra de ingressos para a família, mas como esqueci no carro (e achava que estava no hotel) acabei não usando. A entrada é barata, menos de R$ 20,00, aceita-se carteirinha de estudante e se comprar pela internet você ainda consegue um pequeno desconto.

Obelisco
     Lá dentro é tudo muito bonito e muito bem cuidado. Fiquei impressionado com o local. Um obelisco pintado com as cores do Brasil e dentro de uma fonte com águas animadas e iluminadas. À sua frente também existe uma parede de águas também animada e iluminada.

     De lá é possível claramente ver a junção dos dois rios e em cada país existe um obelisco também pintado com as cores do país. O da Argentina é muito parecido com o do Brasil, inclusive com as fontes, mas o do Paraguai tem o formato diferente (quadrado) e não percebi nenhum movimento no local. 

     Ficamos por lá curtindo o local e tirando muitas fotos, além de observar o por do sol que é lindo mesmo. Imagino que algumas épocas do ano ele deve ser mais bonito ainda. Bia também se aventurou um pouco no parquinho de lá, muito caprichado e novinho. 
Marco das 3 Fronteiras
Parede de águas
Pôr do sol
Pôr do sol
Parquinho
Pôr do sol

     Quando chega a noite o local fica mais bonito ainda. A iluminação de todo o lugar o transforma em um ambiente lindo de muitas cores. O clima estava muito agradável, o que deixou perfeita a nossa visita. Com fome, fomos jantar no restaurante Cabeza de Vaca, o único restaurante do local. Existem algumas barraquinhas, como churros, ou doces, mas restaurante somente este, e estava querendo conhecê-lo. 

     Já havia pesquisado anteriormente o restaurante e achei ótimos pratos para pedir. No entanto, quando entramos, descobrimos que o atendimento a La Carte de pratos prontos havia sido DESATIVADO. O restaurante hoje só trabalha no esquema de Buffet (R$ 69,90 por pessoa) e petiscos a La Carte. Foi uma decepção para mim, pois estava com fome e não queria comer petiscos. gostaria de provar os pratos, e quando vi o buffet, achei muito "fraco", muito simples para o preço cobrado, não valia a pena mesmo. 
      Acabamos pedindo dois petiscos, que eu quase não comi direito. Uma pena, estava com muita epectativa quanto a este restaurante. Um bom prato e um bom vinho nesse lugar ia ser perfeito.
Marco das 3 Fronteiras
Obelisco
Cabeza de Vaca
Cabeza de Vaca


Dança da Corte
     Chegando às 20:30, ainda estávamos no restaurante quando começaram as apresentações de dança. Logo na área de entrada do complexo, vários casais com vestimentas da época da Corte dançavam aquelas danças combinadas, também chamadas de Dança da Corte. Uma apresentação muito interessante, que até hoje só havia visto nos filmes e séries da televisão.

       Tive que revezar com a Cris no restaurante, pois Bia ainda estava comendo e todos queríamos ver a apresentação. Terminada, ficaram todos por lá, pois ainda havia mais algo para acontecer. Pouco tempo depois (não contei quanto, mas deu tempo suficiente para fechar a conta no restaurante) em frente à fonte com o Obelisco começaram várias apresentações de danças, mas dessa vez foram danças típicas dos países das 3 fronteiras. 

     Primeiramente uma dança do Paraguai, com dois casais vestidos a caráter. Dança muito animada. Depois da dança do Paraguai, entra outro casal dançando uma dança típica argentina que logo depois se transforma em um lindo tango. Termina o tango e então entra um grupo de pessoas com vestimentas bem coloridas representando o Brasil, dançando músicas bem animadas e que termina com um típico samba brasileiro. Por último, entra 3 pessoas vestidas de índios, uma delas com uma roupa bem peculiar, como uma figura mística e começam a representar. Creio que estavam representando a lenda das cataratas e dos povos que lá viveram antes de o lugar ser descoberto.

     A noite foi ótima, as apresentações excelentes. Um ótimo lugar para se passar um final de tarde/noite em Foz do Iguaçu. Não percam !
Apresentação Paraguai
Apresentação Argentina
Apresentação Argentina
Apresentação Brasil
Apresentação Brasil
Apresentação Lenda
Argentina
Paraguai
Brasil


Dia do Rock no Hotel

Show de Rock
     Voltamos para o hotel, mas não fomos para o quarto. Fomos direto para a área de eventos perto da piscina aquecida, pois neste dia o hotel colocou lá uma banda de Rock, comemoração do Dia do Rock. Chegamos já no final, mas deu para aproveitar bem. A banda era boa, contou várias músicas e algumas a pedido do público, terminando com Raul Seixas !
Show de Rock
Show de Rock
Show de Rock




Aguarde o vídeo do terceiro dia no canal do Youtube !