8 de janeiro de 2014

4º Dia - Lagoa da Conceição

      Coloquei o relógio para despertar às 7:00, mas acabei acordando ainda antes. Não consegui dormir direito. O dia amanheceu muito bonito, o sol apareceu de verdade, embora algumas nuvens ainda teimavam em brigar com ele. Fui fazer minha corrida na praia, enquanto todos dormiam. Depois da corrida, passei o resto da manhã fazendo esse Blog, pois os dois acordaram depois das 10:30 da manhã. Depois ainda foram tomar café da manhã, se arrumar, etc... A programação de hoje era a Lagoa da Conceição, onde iríamos fazer uma trilha e almoçar na beira da lagoa. No final, fomos sair praticamente 12:00. Ou seja: manhã perdida.

      O trânsito para a Lagoa estava tranquilo, somente perto da ponte é que ficou mais intenso, mas nada que atrapalhasse. Seguimos as instruções de uma colega para chegar na trilha da Costa da Lagoa, e foi muito fácil. Deixamos o carro no Canto dos Araçás e começamos a trilha. Gabriel estava super animado, mas passados 400 metros já começou com o teatro de que estava cansado, que queria água, que as pernas estavam doendo... e foi assim até o final da trilha.

      No início da trilha, uma placa avisava da dificuldade (médio para difícil), da distância e do tempo (7Km, 2 horas). No entanto, achei a trilha relativamente fácil, a maioria dela tem caminhos feitos pela comunidade que mora na beira da lagoa e utiliza a trilha para se locomover na região. Poucos são os lugares que tínhamos que subir pedras e lugares íngremes (mas nenhum muito íngreme). A paisagem é deslumbrante, a vista da lagoa é maravilhosa. Também, ao longo da trilha, encontra-se pontos interessantes, como o Engenho de Farinha antigo e o Sobrado da Dona Loquinha, todos da época colonial. Pena necessitarem de uma revitalização, pois estava caindo aos pedaços. No engenho, qualquer um pode entrar, e como não tem ninguém ou o acesso é irrestrito, podem mexer em qualquer coisa, podendo até danificar tudo, lembrando que as peças já estão em mau estado. Felizmente esses visitantes aqui sabem se comportar !


   
Seguimos a trilha até a comunidade da Costa da Lagoa, com seus famosos restaurantes na beira da lagoa. Infelizmente, devido à falta de fôlego e músculos de alguns, não foi possível seguir até Ratones, quem sabe em uma outra oportunidade. Paramos para almoçar no restaurante Lagoa Azul, no ponto 17.

        É um bom restaurante, com uma boa estrutura, mesas compridas (e limpas) de madeira e serviço muito rápido. Pedimos um Linguado ao molho de alcaparras. Enquanto o almoço não chegava, um banho na lagoa para refrescar, pois o sol abriu enquanto estávamos na trilha e fez um calor razoável. Esse restaurante é bom também porque é um dos últimos (senão o último) restaurantes da Costa, o que torna mais fácil voltar, pois o barco passa por ali primeiro para pegar os passageiros. Ao longo das paradas ele enche e as pessoas devem esperar o próximo barco. Terminado o almoço, pegamos o barco de volta até o Canto dos Araçás, onde deixamos o carro. Próxima parada:

Praia Mole

      A Praia Mole fica bem perto da Lagoa da Conceição. É uma praia muito badalada, e estava bem movimentada quando fomos (mais de 17:00). A Praia Mole é chamada assim pois a areia dela é grossa e fofa, então os pés afundam na areia com facilidade. No entanto, não é somente isso que me preocupou. Por ser uma praia de frente ao leste, ela é bem agressiva. As ondas caem diretamente na areia, e tem uma força de retorno impressionante. Com a areia "mole", fica muito difícil se locomover. Também, a inclinação da areia é alta, tornando a praia mais perigosa ainda, pois logo no início dela se torna muito funda. A água também estava extremamente gelada.
      Fiquei apreensivo com o Gabriel, pois ele gosta de ir onde as ondas quebram, e nessa praia, se não for na areia, é somente mais para trás, onde os surfistas praticam o esporte. Mais tarde ele desistiu da  água e foi montar a fortaleza dele.
      Ficamos na praia até depois das 19:00. O sol aqui se esconde mais tarde, depois das 20:00 !
      Voltamos para casa, para "jantar" e descansar.