12 de junho de 2014

Saindo de Brasília


      Chegou o dia! Muita expectativa para nossa tão sonhada viagem.
      Mas antes de postar o dia de hoje, não posso deixar de contar o que aconteceu nos últimos dias. A Cris, com seu sonho de conhecer Paris, resolveu contratar 2 Personal Stilist. Elas estava dando consultoria básica no Parkshopping (de graça, até pra mim!). Lá conseguimos várias dicas de como está a moda atual, as tendências e como podemos melhorar nossas vestimentas.
    Contratadas, foram lá em casa para verificar o armário dela e montar "looks" para a viagem. Passaram a tarde toda revirando o guarda-roupas, experimentando combinações e mais combinações. O resultado de tudo isso foram 60 looks em 3 horas e um quarto que parece até uma das cenas do filme Twister. Para quem estiver interessado em fazer a mesma coisa e deixar os maridos malucos, passamos o telefone delas por mensagem privada, é só comentar aí abaixo que entraremos em contato.
      Mais tarde no meio de uma conversa entre amigos sobre essa seção e sobre a viagem a Paris, ouvi a seguinte frase "... a dama e o vagabundo...". Não preciso nem explicar a que ela se referia, não é ? Decidi então, na véspera da viagem dar uma passadinha no Parkshopping para renovar algumas das minhas roupas, que estavam realmente bem velhinhas, e como os gastos na europa são em Euros, então preferi comprar por aqui mesmo. Foi uma tarde bem cansativa, passamos em muitas lojas e perdi a conta de quantas bermudas e calças eu experimentei. Saí de lá desse jeito (foto, faltando ainda outras compras que fiz anteriormente!), e ainda faltando algumas coisinhas para comprar, infelizmente, mas pelo menos não vou parecer mais como a frase acima (rs). 
      Passamos a manhã acabando de arrumar as malas, que não foram poucas e estão indo beeem cheias. Como hoje é o primeiro dia da Copa, estávamos com medo de como ia estar a bagunça. Com toda essa despreparação imaginamos que os aeroportos estariam um caos, então, mesmo o embarque marcado para 14:50, saímos de casa às 12:00. Tudo tranquilo ! A pista estava quase sem carros (mas acho que se demorássemos mais iríamos pegar a saída do trabalho de todos), fizemos o check-in sem fila nenhuma, o aeroporto estava bem vazio, uma maravilha. Nosso embarque foi no terminal novo, portão 28, também estava tranquilo e tudo novinho. Aproveitamos para almoçar, Gabriel no Mc Donalds (eca!), eu e Cris no Batata Inglesa (para começar já no clima!). Só uma nota, os preços estão bem salgados mesmo (refrigerantes a R$ 6,00), e o serviço está meio capenga, a atendente demorou muito para saber se o prato que eu queria ia sair ou não, e ainda colocaram 1 refrigerante a mais no pedido, logo pra mim, pois não bebo mais refri !

      Quanto estávamos na boa, cadeira confortável, ar-condicionado bom, vem a voz no microfone:
 "atenção passageiros do vôo 3583 (o nosso), devido ao reposicionamento da aeronave o embarque será feito pelo portão J...". Portão J é o portão antigo, lá no terminal velho. Chegando lá, uma salinha apertada, com os bancos velhos e surrados e até fiação exposta no banheiro. Ainda tivemos que pegar um ônibus para chegar no avião, e enquanto íamos para lá, todos os terminais praticamente vazios... o ônibus nos levou além de todos os terminais, lá no galpão dos correios, onde vários aviões da TAM estavam parados.
       


      Chegamos em São Paulo como previsto às 17 horas, e não demorou muito para embarcarmos no outro vôo da Air France às 18:50, tivemos que nos apressar. O avião era um dos grandes, com 3 fileiras de cadeiras. Tratei de tentar dormir logo que o avião , pois com a diferença de fuso horário daqui para a França (lá são 5 horas a mais!) ia ser difícil acordar sem sono, mas não adiantou muito não, logo que o avião levantou vôo começaram a servir um lanche, era apenas um salgadinho, mas opções de bebidas eram variadas, e olha só o que eu pedi: vin rouge...
       E não tinha passados nem 20 minutinhos do lanche, já começaram a servir o jantar, que me impressionou pelo capricho e variedade. Existiam 2 opções, e eu escolhi o Patê farfalle ou saumon fumé souce à l'estragon et au citron, e para acompanhar, um vinho branco, é claro.
      O resto da noite tentamos dormir, mas com a cadeira pouco inclinada foi difícil !!!!