12 de março de 2015

Dia 1 - Saída de Brasília

      Saímos de Brasília no horário previsto, quando chegamos no aeroporto, o avião já estava embarcando (bem antes da hora), e rapidinho iniciamos a viagem. Fomos de TAM de Brasília para São Paulo, onde iríamos fazer conexão com a American Airlines diretamente para NY.

      Chegando em SP, ficamos trancados mais ou menos 20 minutos dentro do avião, no pátio, esperando os ônibus do aeroporto pegarem os passageiros (não desembarcamos no túnel). Por causa disso, ficamos quase atrasados para nossa conexão. Tivemos que andar um bom caminho no aeroporto para chegar no terminal do nosso próximo vôo, da American Airlines.

        Chegando no guichê da American Airlines para imprimir os novos cartões que não puderam ser impressos em Brasília, o rapaz que coordenava a fila nos mandou ir direto para o portão da imigração, pois senão poderíamos perder o vôo, que já estava embarcando também. Saímos correndo para o tal portão amarelo internacional, e chegando lá, nosso cartão não passou. A moça que coordenava a fila do embarque internacional nos disse que nosso cartão não servia, pois era apenas de Brasília a São paulo, e tínhamos que fazer o lançamento dos cartões de São Paulo para Nova Iorque. Tivemos então que voltar correndo para o Guichê da American Airlines novamente. Explicamos a situação para o mesmo rapaz, que felizmente nos passaram para a fila de prioridade para imprimirmos os tais cartões. Voltamos correndo para o portão de embarque internacional novamente, a moça nos passou para a fila de prioridade também (agradecemos imensamente) e conseguimos chegar no avião a tempo, depois de todos os dispositivos de segurança e conferência dos documentos pela imigração.

      O avião da American Airlines foi um show. Novinho, com sistema de multimídia individual de "controle remoto", contendo jogos, filmes diversos e compras on-line. O avião oferecia também Wi-Fi, mas esta não estava acessando a Internet (não sei se era para isso, mas se não fosse, não sei para o que seria). O atendimento pelos comissários de bordo foi muito bom, nada excepcional, mas nos trataram bem. O jantar estava bom também, com opção de vinho e outras bebidas. Como o avião foi com poucas pessoas, demos sorte de ficar com 3 poltronas e pudemos descansar melhor. O vôo foi tranquilo com poucas turbulências.