17 de março de 2015

Dia 6 - Saint Patrick Parade, Mcgee's, High Line, Les Miserables

     Frio, muito Frio, amanheceu chovendo pouco, mas logo parou, e fico impressionado com a previsão meteorológica dessa cidade. Tomamos o café da manhã no hotel e saímos para a Madison Ave. É dia de São Patrício, portanto o ponto final era a Catedral de São Patrício. Neste dia estava programada a famosa parada de São Patrício que vemos sempre em filmes. Descemos a Madison olhando as lojas até a catedral. Chegando lá, a porta da frente estava fechada, mas encontramos a lateral aberta. Entramos para conhecer a igreja por dentro, e descobrimos que estava acontecendo uma missa, meio exclusiva (não exatamente exclusiva, mas a parte central da igreja estava reservada) para os militares que iriam participar da parada. Estava no final, então esperamos acabar e saímos depois de todos, visitando a lojinha da catedral antes.
     Como a parada iria começar somente às 11:00, e ainda eram no máximo 09:30, resolvemos passear pelo Rockfeller Center novamente, e como toda visita ao Rockfeller não podia faltar uma ida à Gamestop (é claro!) para comprar alguns joguinhos e (of course) Nintendo World, para comprar meu 3DS e outras coisinhas mais. Paramos também na Lego Store novamente para conferir a loja com mais calma, embora estivesse tudo cheio. 

      Saindo de lá, voltamos para a 8ª Avenida para procurar um lugar para assistir a parada. A rua estava lotada, difícil até de andar, muitos adolescentes passando já claramente alterados (pela cerveja), um até perguntou algo para a Cris (que não me lembro agora, mas sua língua estava toda colorida, do líquido que estava na garrafa na sua mão), ficamos rindo a tarde toda da cena.
      Com dificuldade, caminhamos pela rua acima, desviando da multidão até acharmos um pequeno espaço para nos encaixar e esperar a parada começar. A cidade inteira estava muito animada, todas as pessoas usavam pelo menos um enfeite de São Patrício, um broche, um boné verde, um cachecol, etc.. 
      A parada começou e ficamos um bom tempo assistindo. Foram inúmeras bandas e grupos desfilando, grupos  de High School, veteranos, a maioria militares. É como o nosso 7 de setembro. As pessoas lá são muito animadas e gentis, uma moça na nossa frente até ofereceu um pompom de torcida com as cores da Irlanda para a Cris, que ficou com ele. 

      Depois de um tempo a fome "bateu" e saímos para comer. Decidimos que nada melhor do que festejar esse dia almoçando em um pub irlandês, então resolvemos ir no Mcgee's, um pub que tinha pesquisado antes, perto do hotel e inspirado no seriado How I Met You Mom que não assistimos. O pub estava cheio, muito animado, muitas pessoas no bar bebendo e comemorando o dia, tivemos que esperar um pouco nossa mesa ser disponibilizada mas não demorou muito. O almoço estava delicioso, mesmo não querendo muito um ensopado como o que pedi (no cardápio não indicava que era ensopado), a Cris pediu uma Shepper's Pie. O vento estava fortíssimo, e enquanto isso, na televisão ainda passava a parada, que demorou bastante para terminar, não sabíamos que demorava tanto, mesmo depois que terminamos de almoçar a parada ainda não tinha acabado.

      Terminado o almoço, fomos conhecer o High Line, que é um parque criado em NY, feito em uma linha de trem suspensa que foi desativada há muito tempo atrás, e ao invés de demolir resolveram construir um parque, que fez muito sucesso e muitas pessoas vão passear por ele. A Cris resolveu que queria ir a pé (mesmo eu falando que era longe!) e começamos a andar... andar...andar... depois de uns 30 minutos andando, resolvemos voltar para a avenida de onde partimos para pegar um metrô para o lugar onde sabia que existia uma entrada para o High Line. Finalmente chegamos lá, e pudemos conferir o parque. Mais uma vez, embora a vegetação desta época do ano não colabore muito, o parque tem seu charme, que se destaca no meio dos imensos prédios e as ruas abaixo dele. Ele corta uma boa parte da cidade, e imagino a beleza dele na primavera, com o verde e as árvores floridas. 

      Depois do passeio no High Line, voltamos para o hotel para nos arrumar para a peça da Broadway que a Cris mais queria assistir: Les Misérables...
      O espetáculo é lindo, digno de cada dólar gasto lá. Recomendo a todos que forem em NY a assistirem essa peça. Fantástica.

      Saindo do teatro, estávamos com fome, pois comemos apenas algumas castanhas lá dentro, passamos na loja da M&M para ver se tinha alguma lanchonete lá mas não tinha, paramos então em um desses Café Deli (Premium Café Deli) no caminho para o hotel. Esses "Delis" são basicamente a mesma coisa, servem quase sempre a mesma comida, mas como a maioria dos estabelecimentos estavam fechados fomos nesse mesmo. A cris pediu uma massa montada na hora, e eu pedi um misto quente, pois não estava com vontade de comer nada pesado... só que... o misto foi feito na chapa... quando cheguei na mesa, o papel que ele estava envolvido já estava todo engordurado... argh... mas foi desse jeito mesmo.