15 de outubro de 2014

Dia 5 - Piscina, Shopping, Cafeína


Corrida

     Não podia deixar de aproveitar o último dia sem uma corrida, não ? Mais uma vez, uma deliciosa corrida na beira da Praia de Copacabana, com o dia lindo, aberto e que prometia fazer muito calor !

     Este foi um dia mais "light" em passeios. Cris e Gabriel estavam com saudades e vontade de ir para um Shopping (afe!).


Piscina

     Depois da corrida e tomarmos café subimos para a piscina do hotel. O dia estava ensolarado,
muito calor e a água da piscina limpinha e gelada estava perfeita. Deu para refrescar e ficamos lá a manhã toda (ou o que restou dela), descansando à vontade.

La Mole

     Outra coisa que Cris estava com saudades era almoçar no La Mole, um restaurante que ela ia quando morava no Rio. Pegamos um táxi e fomos no La Mole de Ipanema da Rua Joana Angélica. O restaurante é muito com mesmo, fomos muito bem atendidos e a comida estava deliciosa. O preço é um pouco alto, mas vale o prato, muito bem servido e de qualidade.
   



Shopping


     De lá, pegamos um ônibus para um dos maiores shoppings: o Barra Shopping. Confesso que se eu
soubesse no que estava me "metendo" não iria até lá. Tinha na mente que não era muito longe, sabia que não era pertinho, mas demoramos quase 2 horas para chegar até lá ! Pelo caminho, passamos por bairros de favela (por baixo de uma das maiores, a Rocinha) e vários outros lugares. De certa forma é até interessante ver a diversidade da população, mas sinceramente, 2 horas em um ônibus é um tempo que não gostaria de perder, principalmente para ir passar uma tarde em um Shopping.
     O Barra Shopping é realmente imenso. Muito grande mesmo. Não se tem muito a dizer sobre este passeio, pois passear em Shopping é igual em qualquer lugar. Só destaco o brinquedo que eu e Gabriel fomos no HotZone de lá, que era como uma garra segurando 2 cadeiras, e que pedimos para irmos no nível 5, o mais radical de todos. Foi muito bom !!!

     Já na saída do Shopping foi um stress diferente. Nos dirigimos ao outro lado da pista através de um túnel bem largo, com policiais em quadriciclos, o que me confortou, mas logo depois, fomos atrás do ponto de ônibus, que estava um pouco afastado, tivemos que andar no escuro por alguns estabelecimentos e não havia calçada, eram estacionamentos ou entradas das lojas à beira da pista. O ponto de ônibus estava escuro, e fiquei atendo, mas com medo de um assalto. Um dos ônibus passou direto, tivemos que esperar um pouco mais e pegamos o próximo que passou. Felizmente estava vazio, mas mesmo assim, só fiquei mais tranquilizado quando chegamos em Copacabana, na altura do Forte. Este é um "passeio" que não repetiria, não da forma que fizemos.

Cafeína


     Para nos despedirmos, fomos novamente ao Cafeína, o mesmo restaurante que fomos quando chegamos para fazer um jantar caprichado e terminar esta pequena viagem muito bem, e como foi ! 

Viagem pequena, rápida e muito gostosa !