24 de agosto de 2011

9º Dia: Universal Islands of Adventure


     Dia de parque sempre é bem vindo !!

     Neste dia iríamos ao parque vizinho ao anterior, o Universal Island of Adventure. Este parque acho que foi o mais esperado pelo Gabriel, pois nele sabíamos que tinha a vila do Harry Potter, personagem que Gabriel sempre gostou muito. E o dia foi realmente repleto de emoções !

     Começamos nosso dia cedo. A ansiedade nos fez chegar no parque exatamente na hora que estava abrindo, às 09:00. Entrando no parque, fomos direto para a vila Harry Potter, pois segundo minhas pesquisas, era melhor pegar o simulador do castelo pois era muito procurado. No meio do caminho é claro que íamos tirando fotos do parque, e quando passamos em frente ao restaurante Mythos Cris parou logo para fazer nossa reserva.

     Chegando lá na vila HP, a visão era fantástica ! Tudo perfeito, igual ao filme, diversas lojas temáticas do filme Harry Potter reproduzidas com perfeição. A visão do castelo era impressionante, imenso, bem o fundo de todo o parque. Nos rumamos diretamente para ele. Mesmo não demorando muito para chegar (20 minutos) e apesar de termos parado no restaurante, a fila já estava imensa ! Na entrada temos armários para guardar os pertences que funcionam em modo temporário de acordo com o tempo de espera na fila. Dá tempo suficiente para você guardar suas coisas apenas para fazer o passeio sem pagar nada. A fila, mesmo grande, era coberta e andava rápido, isso porque o brinquedo não para nunca, para entrar na cadeira tem até uma esteira rolante para equiparar a velocidade com a do carrinho. Mesmo assim, demoramos uns 50 minutos até sairmos do brinquedo.

    Logo na saída, Gabriel ficou maluco mais uma vez, pois tinham montado uma banquinha de venda de varinhas mágicas do Harry Potter bem na saída do brinquedo ! Gabriel ficou olhando por um bom tempo todos os modelos. No final, saiu mais feliz ainda, pois acabou ganhando uma.

     Voltamos então para a vila do Harry Potter onde entrei na fila para a loja de varinhas. Essa fila já demora muito, pois entram uma quantidade limitada de pessoas em uma sala para uma encenação e só anda novamente quando a encenação acaba. O problema aqui é que a fila é a céu aberto, algumas partes fica na sombra protegido pelos prédios, mas dependendo do horário do dia, você fica um bom tempo na fila. Enquanto estávamos nela, começou uma apresentação ali pertinho e fomos ver. Neste local sempre acontecem várias apresentações durante o dia, e esta era de uns sapos cantores.

     Quando finalmente entramos na loja de varinhas, o frio bateu forte, o ar condicionado lá era muito potente ! Muita diferença para o ambiente de fora e deu vontade de não sair mais dali. A encenação é muito legal, eles replicaram uma das cenas do filme do Harry Potter, a que ele escolhe a varinha dele. O apresentador, assume o papel do dono da loja e escolhe uma criança entre os visitantes para participar, e ela tem a oportunidade de experimentar várias na hora e comprar mais tarde a que mais deu certo para ela.

     O resto da vila não tem muitas atrações, exceto claro a própria vila, com suas lojas de doces, restaurante e lojas de todo tipo de produto do filme Harry Potter, desde capas de todas as escolas até a vassoura Nimbus que ele utiliza no filme. Outra coisa que é claro atrai todos, principalmente no calor que fazia) são os pontos de venda de Cerveja de Manteiga e Suco de Abóbora! Eliminei refrigerante da minha vida já tem muito tempo, mas of course não ia deixar de experimentar aquelas delícias ! Não perca quando for !!!

      Já passava de 12:45 quando saímos da vila do Harry Potter e já estava na hora de nossa reserva no restaurante Mythos. Chegamos lá a tempo e fomos logo acomodados. O restaurante é lindo por dentro, todo temático, parece que foi escavado e você está em uma caverna. É tão detalhístico que até os talheres são personalizados de acordo com o tema. A comida também merece elogios, muito caprichada e deliciosa. Claro que Gabriel pediu o tradicional Mac'n Cheese que ele tanto gostava.



   

     Depois do delicioso almoço continuamos andando pelo parque e passamos no mundo do Dr. Seus. Passamos praticamente direto desta área, pois ela é dedicada a crianças pequenas, Gabriel já não tinha idade. O tema é do filme Mundo dos Quem. Dali fomos para a cidade Marvel, um dos melhores lugares (para mim) do parque.
     Chegamos passando por baixo da montanha russa do Hulk, enorme e que faz um barulho grave, bem típico do personagem. Claro que a primeira parada que queríamos ir seria nela ! No entanto, quando chegamos na fila para entrar, o funcionário barrou Gabriel e ele não pôde ir por causa do tamanho. Normalmente as montanhas russas de lá exigem que você tenha 1,38m para entrar e Gabriel estava no limite. Com o tênis que tínhamos comprado para ele ele ganhou alguns centímetros, mas ele estava praticamente com 1,38m, só que alguns funcionários são mais exigentes que outros. Gabriel ficou super triste, pois ele (como eu) gostava muito das montanha russas. Falei par ele que continuássemos o passeio e voltássemos mais tarde porque seria outro rapaz e poderíamos entrar.
    De repente Cris nos chamou e presenciamos a chegada de vários personagens da Marvel em triciclos, entrando na cidade Marvel ! foram uns 5 um atrás do outro. Seguimos os triciclos, que estacionaram na rua central e cada personagem foi para um lado. Bem no nosso caminho vinha o Capitão América, e Gabriel colou nele pedindo uma foto. Ele simplesmente apontou para frente indicando o ponto para tirar fotos, e Gabriel foi o primeiro a tirar fotos com ele. Dali, procuramos todos os outros personagens para mais fotos ! So faltou tirar fotos com a Vampira e a Tempestade. 








     Tiradas as fotos, fomos conferir o que a Cidade Marvel tinha de bom. Fomos no elevador do Dr. Doom (muito bom !), que é altíssimo, e no simulador do Homem-Aranha, também excelente, que mistura filme em 3D com o carro em movimento que balança de acordo com os acontecimentos do filme. 

     Na cidade também existem várias atrações, lojas especializadas em HQ, lojas de produtos Marvel e muitas outras coisas que qualquer amante de quadrinhos e super-heróis adoram ! Passeamos por lá tirando muitas fotos, tomamos sorvete de bolinhas para refrescar e fomos para a próxima área do parque.
    Esta área que chegamos é uma área especial. O bom de ir no verão é que podemos participar dos brinquedos dessa área melhor por que ela é a área molhada do parque e no frio a gente sentiria muito mais frio ainda estando todo molhado. No calor que fazia, foi um refresco. Os brinquedos lá normalmente tem uma placa como aviso: "Você IRÁ se molhar". 
     Claro que fomos prevenidos. Levamos mudas de roupas extras para todos e uma toalha do hotel para nos secarmos. Exsite em vários lugares desta área algumas cabines de secagem, onde você coloca umas notas ou moedas e ela liga um aquecedor para te secar, mas não sei se o tempo é suficiente para secar roupas muito molhadas.

     Existem vários brinquedos por lá e fomos em todos, como o Rip Saw Falls (foto ao lado), onde você anda em um barquinho e no final tem uma queda d'agua altíssima. Andamos também naquelas bóias para 6 pessoas que desce um rio (esse você se molha com vontade!). O engraçado nesta área do parque é que praticamente em todo o brinquedo você tem uns canhões de água em certos pontos do circuito. Alguns desses canhões são pagos (alguns cents) outros não, e com eles você pode molhar quem você quiser que esteja nos brinquedos com jatos de água. Existe lá um navio do Popeye que tem esses canhões e Gabriel ficou um tempão por lá molhando quem escapasse das águas nas corredeiras da bóia de 6 lugares. Lá é proibido sair seco ! Foi uma diversão total !!!



     Dali, antes de nos trocarmos, entramos na área do Jurassic Park e fomos no ride River Adventiures, um passeio onde entramos em um bote que cabem umas 20 pessoas e navegamos por rios onde dinossauros brincam e tomam banho. No final, subimos uma montanha e um T-Rex nos persegue, e escapamos descendo uma corredeira enorme até um lago. Entrando no lago o bote espirra água para todo lado, inclusive para dentro dele. Acho que pegamos o lugar no bote que mais caía água, pois saí ensopado de la (foi o brinquedo que mais me molhou no parque todo). Gabriel foi esperto e pegou o banco bem no centro e no momento que ele entra na água ele se abaixou e saiu praticamente ileso, e ainda estava com a capa de chuva. 


    Acabados os brinquedos de molhar fomos a um banheiro para nos secarmos e trocar de roupa para podermos aproveitar melhor o resto do parque mais confortavelmente. Continuamos na área jurássica e Gabriel descobriu outro super Playground ! Imenso, com diversas áreas dentro dele, desde cavernas com cascatas até uma área externa com canhões de água divididos em 2 "times" para fazer guerrinha de água. Claro que ele ficou brincando lá durante muuuito tempo ! Arranjou até um amigo espanhol lá para conversar ! Também aproveitou bastante a guerra de água com outros meninos. Saiu molhado de lá.



     Depois de sair do Playground, já eram quase 18:00, fomos continuando contornando e acabamos voltando para a vila do Harry Potter. Neste momento estava acontecendo outra apresentação, dessa vez uma réplica das apresentações dos alunos das escolas que chegam a Hogwarts para o Torneio Tri-Bruxo. A apresentação foi muito bonita e caprichada ! E é claro que eu aproveitei para tomar mais uma cerveja de manteiga !!!!



 
   Mais abaixo, aproveitamos e assistimos o Show do Poseidon, um show repleto de luzes e efeitos especiais com fumaça e água, simulando uma guerra entre deuses. Na saída, passamos por um incrível túnel com água passando a uma velocidade incrível, dando uma sensação diferente e ficamos pensando como fazem para aquela água não cair em cima das pessoas. 

    Depois do show, já voltando para a entrada do parque, voltamos

para a montanha russa do Hulk. Já não existia mais fila para entrar, e só um rapaz ficava controlando a entrada. Fui com o Gabriel e entramos sem nenhum problema. Ninguém nos travou por causa da altura do Gabriel e ele ficou feliz. Pegamos a fila para entrar no primeiro carro, sentei e puxei a barra de segurança que ficava levantada acima do banco. Gabriel se sentou também, mas não conseguiu alcançar a trava e eu não podia ajudá-lo porque eu já estava preso no meu banco. O Rapaz que cuidava dos carrinhos viu a dificuldade do Gabriel e pediu para ele sair e ir medir a altura (tenso...). Alguns segundos depois volta Gabriel com um sorriso imenso no rosto fazendo um "legal" com o dedão, se sentou e o rapaz fechou a trava dele. O resto foi só alegria !!!!


   O passeio estava completo !