6 de junho de 2016

Economizar na Viagem

     Viajar não é barato. Isso é fato ! Você pode até conseguir economizar em várias partes, mas sempre acaba gastando bastante. Principalmente viagens internacionais, pois normalmente lá fora não é possível dividir a compra no cartão, é  à vista mesmo !
      Dessa forma, acabamos limitando as compras, ou pior, os passeios, só esperando chegar a continha em casa.

    O que fazer então ? 

    O que normalmente eu faço, principalmente nas viagens internacionais (aquela facada do cartão no final do mês não é agradável !) é:
  • Planejamento: planeje suas férias com o máximo de antecedência possível. Pela internet é possível ver preços de quase tudo, Pesquise quais passeios você deseja fazer e quais podem ser adiados para uma próxima visita. Anote-os em ordem de importância e depois encaixe-os no orçamento e no tempo disponível. 
  • Dividindo os gastos: quanto mais cedo você planejar melhor, pois assim você já pode comprar ingressos e tickets a eventos que você quer ir com meses de antecedência, dividindo assim os gastos. Por exemplo, planejei minha viagem para Paris e Londres com 6 meses de antecedência, e nesses meses eu comprei quase todos os Tickets que podia (teatro, passeios, entradas, até o Paris Pass eu recebi aqui no Brasil), com isso os gastos da viagem foram reduzidos a apenas passeios que não podiam ser comprados pela internet, alimentação e transporte. Minha viagem a NY foi com 4 meses de antecedência.
  • Cartão ou dinheiro ? Essa é uma dúvida clássica de todos. A minha resposta é que depende de cada perfil. O IOF do dinheiro é menor, mas você tem que pagar a taxa de retirada e ainda corre o risco de ser roubado. O cartão tem o IOF bem mais acima, mas tem a facilidade da compra e ainda acumula milhas aéreas. Eu costumo levar uma quantia em dinheiro suficiente para os gastos na rua e o resto eu gasto no cartão. Não se esqueça de pesquisar se o local que esta viajando aceita cartões !
  • Almoço ou Jantar: procure por lugares mais em conta para almoçar ou jantar, eu costumo fazer um lanche no almoço para ter um jantar mais caprichado. Muitos mercados vendem aqueles sanduíches naturais e eles são excelentes para comer enquanto estiver em um passeio. Parar para almoçar normalmente gasta-se muito tempo.
  • Transporte: faça uma pesquisa sobre o transporte público na cidade onde você vai. Cidades como Paris, Londres e Nova Iorque, o transporte público é barato e eficiente, perfeito para andar na cidade toda. Já cidades como Orlando e Bariloche, um carro vai muito bem. Alguns lugares o táxi é uma ótima opção também, embora tenha que tomar cuidado com os golpes. Às vezes o preço de um translado já paga uma diária de um carro.
  • Passes da Cidade: Várias cidades, como Paris, Londres e Nova Iorque possuem o passe (podem ter vários), como Paris Pass e London Pass. Esses passes contém entradas para diversos museus e descontos para vários estabelecimentos, além de você poder furar fila em vários lugares. Normalmente esses passes valem muito a pena se você for visitar uma certa quantidade de museus e atrações e você acaba economizando muito.