12 de abril de 2017

Santiago 8º Dia - Concha Y Toro, Santa Rita e Baco

Corrida Matinal
     Mais um dia começando com uma ótima corrida ao nascer do sol. Acordei bem cedo para isso, pois o dia estava com programação já marcada e não podíamos atrasar, iríamos visitar mais duas vinícolas: Concha Y Toro e Santa Rita, e ainda teríamos que fazer uma pequena jornada que incluía metrô e Uber.


Concha Y Toro


      A vinícola está localizada na região de Pirque, ao sul de Santiago. Não é perto, mas o metrô nos leva bem perto de lá, bastando complementar a viagem com um Uber ou Táxi, no máximo 5 minutos. A linha de metrô pegamos diretamente em Tobalaba, na frente do hotel, e a viagem foi muito rápida, estava esperando que durasse por volta de 40 minutos, mas demorou no máximo 20.

    Aqui vale um nota. Todas as instruções que achei até agora na internet mandam descer do metrô na estação Las Mercedes e pegar um ônibus/táxi para a vinícola. Olhando o mapa, notei uma outra estação mais abaixo, mas até no site da vinícola manda descer antes. Para mim não tinha muita lógica, então resolvi experimentar e descemos na última estação do metrô, a Plaza de Puente Alto. Lá, pedimos um Uber que nos levou até a porta da vinícola. Chegamos lá com boa antecedência e foi ótimo, pois ficamos curtindo o lugar. 

     Você pode ler a visita com detalhes nesta postagem. Por enquanto basta dizer que o tour foi muito legal, o lugar é simplesmente lindo e muito bem cuidado. Até a Bia aproveitou o tour, com direito até a comer uvas direto da planta. Talvez até mais do que eu.


Santa Rita


     A vinícola Concha Y toro possui um restaurante chamado WineBar. Havia tentado o contato com o restaurante para um almoço (que não precisa de reservas), mas desisti, pois achei uma programação melhor na Vinícola Santa Rita. 

     Pegamos outro Uber para a vinícola Santa Rita. Embora sejam perto uma da outra, a viagem demora um pouco, mais ou menos 20 minutos. Chegamos lá nos dirigimos diretamente para o Café onde já havia pré-agendado um Picnic ao lado do vinhedo da Santa Rita. 

     Esta foi uma das melhores programações da viagem, um delicioso picnic, caprichado, ao lado de um dos mais conhecidos vinhedos do Chile, debaixo de uma árvore gigante com uma sombra deliciosa, e tudo aos pés dos Andes. Indescritível, inexplicável. Veja mais detalhes dessa programação nesta postagem somente sobre nossa visita à Santa Rita!

     Depois do picnic, fomos ao tour, agendado previamente, onde visitamos toda vinícola e fizemos uma degustação de alguns vinhos. 

     A volta foi igual à ida, de Uber (até Plaza de Puente Alto) e Metrô até Tobalaba.

     Só que o carrinho da Bia novamente voltou cheio de gostosuras !

Carrinho da Bia na volta


Baco Restaurante


     À noite, Cris quis conhecer o restaurante Baco, por indicação de amigas dela. O restaurante Baco fica perto do hotel, uma viagem de Uber para lá foi baratinha e muito rápida. Chegamos lá e ficamos na espera até conseguirem uma mesa. 

       O local é muito gostoso (detalhes deste jantar futuramente também), estava super movimentado e o atendimento muito atencioso. Os pratos são muito caprichados e não preciso nem mesmo falar que são deliciosos, não é ? Acompanhei o meu com um vinho forte com um nome que nunca tinha ouvido falar, mas que hamonizou bem com meu prato.

     No entanto, só fiquei triste porque era um restaurante francês, gostaria de aproveitar a viagem e conhecer mais comidas Chilenas, o que não daria mais por ser o último dia por lá. A torta de Lúcuma com merengue servida no Eládio (especializado em Parilla Chilena e minha escolha) parecia divina... quem sabe uma outra vez ?
Meu Prato
Prato da Cris
Prato do Gabriel
Sobremesa
     Fim de noite, cansados, voltamos de Uber para o hotel e ficamos ótimas lembranças do dia e com diversas fotos de recordação:



Corrida ao amanhecer
Concha Y Toro
Caves Casilero del Diablo
Concha Y Toro
Comendo uvas do Cacho
Concha Y Toro
Depósito da Santa Rita
Teatrinho na Santa Rita
Cave especia da Santa Rita
Produção Santa Rita
Tour Santa Rita
Picnic Santa Rita