16 de março de 2018

Meia Internacional de SP 2018 - Chegada e Restaurante



     Começamos nossa viagem já fazendo o check-in em casa. Dessa vez, não precisamos de despachar malas porque compramos malas de bordo para todos, visto que a viagem era bem pequena, então chegamos mais tarde no aeroporto e fomos direto para o portão de embarque, que já estava começando. Tínhamos prioridade por ter comprado o assento chamado de conforto, mas na hora de entrar, nos informaram que uma de nossas malas de bordo não poderia ser embarcada e tinha que ser despachada, mesmo sob protestos (as empresas nos obrigam a pagar por despacho de bagagem, mas não levam em consideração que o avião não comporta uma mala de bordo por pessoa e somos sujeitos a isso). 


     A viagem de ida foi excelente, o avião chegou até mais cedo do previsto, viagem tranquila e Bia se comportou direitinho (exceto no final que deu uma crise de choro porque não queria ficar sentada com o cinto). 
Aeroporto
No Avião
Chegando


AirBnb

Apertados
     Em Congonhas, pegamos um Uber para nosso apartamento no bairro de Itaim Bibi e viajamos super apertados porque o trânsito ali estava um caos, os carros do Uber que chamava estavam demorando 18 minutos para chegar. Quando pedi um que iria demorar 2 minutos, aceitei, mas era um fiat UNO.

   Foi a primeira vez que utilizamos o AirBnB. Chegando lá, bastou pegar a chave com o porteiro muito simpático e subir.

     Alugamos um loft pequeno, mas muito estiloso, composto por uma sala com uma mini cozinha no andar térreo e um quarto com 2 camas e banheiro no andar de cima.
     O apartamento possui uma grande TV com alguns canais a cabo (os básicos da NET), Wi-Fi e Ar Condicionado para o andar de cima. Localizado no 6º andar, dava uma boa vista para a cidade de São Paulo. O prédio também dispõe de uma piscina, ofurô, espaço cyber e uma excelente academia.

AirBnb - Lobby
AirBnb - Quarto
AirBnb - Cozinha
AirBnb - Sala
AirBnb - Vista
AirBnb - Vista



Ladrillo

      Depois de tomarmos um bom banho, nos arrumamos e partimos com amigos muito queridos de São Paulo para matar as saudades em um delicioso restaurante. A escolha ficou por conta deles e foi o Ladrillo Parilla Argentina, um restaurante argentino localizado no famoso e boêmio bairro de Moema.

      O restaurante é super agradável, o ambiente é bem selecionado e o atendimento excelente. Pegamos uma enorme mesa bem no fundo, visto que éramos em 7. Os pratos são bem variados, mas todos baseados na Parrilla, é claro, e também bem generosos. Pode-se pedir algo para 2 pessoas tranquilamente. Neste dia uma música ao vivo no saxofone embalava nossa noite e Bia aproveitou para dançar ali na frente do músico.

      Um restaurante desses com comida deliciosa dessas, e companhias super agradáveis é claro que pedia um bom e delicioso vinho, mesmo sem poder exagerar por causa da corrida eu até que iria tomar uma ou 2 taças. No entanto, eu tive que ficar de fora pois uma sinusite me atacou e estava tomando antibiótico. Buááááááááá ! Mesmo assim, a noite foi perfeita !

Ladrillo Parrilla Argentina
Ladrillo Parrilla Argentina
Ladrillo Parrilla Argentina
Ladrillo Parrilla Argentina