17 de julho de 2019

Dia 1: Partida a Fortaleza



     Nossa saída estava programada para 12:20 (horário de decolagem), então não precisamos acordar muito cedo. Já deixei minha mala pronta na véspera, toda minha roupa e materiais couberam em uma mala de bordo. Essa é a vantagem de ir para uma cidade assim, não precisa levar tênis nem roupa grossa para o frio, apenas um par de chinelos e roupas leves. 

     Pegamos o Uber para o aeroporto e chegamos tranquilos, horário bom, sem trânsito e aeroporto vazio. O vôo saiu na hora, logo já estávamos no ar em um vôo com muitas turbulências. Como o vôo era LATAM, nenhum lanchinho foi servido (só vendido), só água, mas agora eu já levo lanchinho (aqueles biscoitinhos que servem) para a Bia, que adora aqueles biscoitinhos que eles serviam nos aviões, que pelo menos na GOL e Azul ainda servem. 
      Além da turbulência, o problema que eu achei do vôo foi o pouso do avião, que ocorreu com uma forte pancada que muitos levaram susto. 
Aeroporto
Avião
Avião

São Luís
     Antes de chegar em Fortaleza, fizemos uma conexção em São Luís, com seu minúsculo aeroporto que precisa urgentemente de uma atenção. Estava todo enfeitado com bandeirolas juninas. Fizemos um lanche por lá enquanto esperávamos chegar a hora de partir para o próximo destino. Na hora de entrarmos para a seção de embarque, uma fila enorme se formou, demoramos um tempão nela, e quando entramos, logo percebemos o problema: lá só havia 2 máquinas de Raio-X, sendo que apenas uma delas estava funcionando. Terrível....
      Passado o Raio-X, entramos na sala de embarque pequena, com poucos portões de embarque, onde as pessoas com filhos acima de 2 anos ignoravam o aviso e entravam na fila de Preferencial com a criança no colo para "despistar" (uma tristeza e uma vergonha quando vejo isso).

Hotel Beira-Mar
     A viagem para Fortaleza foi bem tranquila, nada de solavancos e turbulências, mas parecia que a hora não passava. Chegamos em Fortaleza por volta das 18:00, Bia dormindo no colo.

     Pegamos outro Uber para o Hotel Beira-Mar. Lá em Fortaleza não tem UberBag (que costumo pegar nesses momentos de viagem por causa da bagagem), mas não importou muito, mesmo pedindo um UberX, na segunda tentativa (a primeira viria um Fiat Uno) me atendeu um Fiat Chronos, com conforto e muito espaço para todas as malas.

Beira-Mar
     Chegamos no hotel (que pretendo fazer uma postagem dedicada a ele), fomos bem atendidos e nem deu tempo para nada. Apenas deixamos nossas malas no quarto e já saímos para aproveitar o resto da noite e jantar, pois estávamos famintos.

     A primeira parada foi bem em frente ao hotel, onde ficam 2 famosos trenzinhos da Beira-Mar: o trem da Alegria e o Trem da Fantasia. De acordo com minha pesquisa, só conhecia o Trem da Alegria, e fomos lá, mas quando chegamos descobrimos que existem essas duas empresas, o passeio é o mesmo, tudo igual, rota e preços, só muda o nome. Acabamos indo no Trem da Fantasia, pois chegando lá o Menino Gato (do PJ Masks) que Bia tanto gosta estava no passeio e ele acabou indo do nosso lado.
Menino-Gato



     O passeio é bem gostoso e animado, o trenzinho passa pela Beira-Mar e volta por uma rua atrás, enquanto alguns personagens ficam dançando com a música e (no nosso caso) o Homem Aranha ficava fazendo muitas "gracinhas" com o pessoal que estava nas calçadas quando o trem passava.

     Se você está à toa, vale a pena fazer esse pequeno passeio, é gostoso e divertido, pelo preço de R$ 10 por pessoa.


Trem da Fantasia
Trem da Fantasia
Trem da Fantasia

Geppos Beira-Mar
     Saindo do Trem da Fantasia, fomos jantar no Geppos, restaurante à beira-mar que fica em frente, e do lado do Hotel. Já estávamos cansados e não queríamos ir mais longe. Adoramos nossa escolha, o Geppos oferece uma grande variedade de comida, desde regionais às mais tradicionais.

     Escolhemos um prato mais regional, um Gnocchi de banana terra com carne seca. Uma delícia de prato que até a Bia adorou. O ambiente estava mesmo perfeito, nem frio e nem calor, com uma brisa do mar muito refrescante. O único problema que vi por lá é que a carta de vinhos era muito cara, desisti de pedir um para mim, pois não tinha vinhos por menos de R$ 90 e uma única taça custava R$ 34,00. Uma pena, senão seria 100% perfeito.
Geppos Beira-Mar
Geppos Beira-Mar
Gnocchi Banana Terra e Carne Seca
Geppos Beira-Mar

50 Sabores
50 Sabores
     Não quisemos comer sobremesa lá, pois Bia adora sorvete, então andamos até uma sorveteria tradicional da região, a 50 Sabores. A caminhada foi curta, era do outro lado do hotel, a sorveteria estava com movimento tranquilo. Gostei muito da sorveteria, não é cara e possui muito mais do que 50 sabores (embora no dia muitos estavam em falta), comprei uma casquinha com 2 bolas e as coberturas (mais ou menos 5 tipos) são à vontade.

     Tomamos o sorvete caminhando de volta para o hotel, para tomar um banho e descansar para a segunda parte da viagem no dia seguinte: Jericoacoara !



Nenhum comentário:

Postar um comentário