31 de janeiro de 2020

Dia 5: Praia, Piscina, Halloween




Praia

     Esse era nosso último dia em Maragogi. Não deixei de ir na academia nem também de aproveitarmos o delicioso café da manhã do hotel, mas também é claro que passamos o dia inteiro na praia. E também, claro que não faltou foi o pãozinho para os amigos peixinhos da praia. Levamos alguns e Bia passou um tempão dando comidinha para eles, que chegavam até onde as ondas quebravam.






Praia e Chalanas

Peixinhos
Peixinhos
Peixinhos
Peixinhos


     Neste dia, resolvemos fazer algo diferente, algo que estávamos curiosos em saber o que era e ninguém sabia nos informar. Todo dia, na parte da manhã, principalmente quando a maré estava mais baixa, víamos lá perto dos recifes, a uns 200 metros da praia, uma concentração de pessoas e muita música alta. Neste dia resolvemos ir lá para ver o que era. É o mesmo lugar que todo dia o rapaz do picolé enfrentava para chegar com seu carrinho flutuante. 

      Saímos da praia e subimos no banco de areia que se estende mar adentro, passando pelo local onde fizemos a sessão de fotos e continuamos. Ali a profundidade máxima chegava até os joelhos, mas a maioria do passeio era com água nos pés apenas, água quentinha e cristalina. 

Indo para a Turma da Água
Indo para a Turma da Água
Indo para a Turma da Água
Indo para a Turma da Água

     Não demorou muito para chegarmos lá. Indo devagar, no ritmo da Bia, e aproveitando a vista e o lindo e gostoso mar, devemos ter andado por uns 20 minutos no máximo. Chegando lá havia algumas embarcações do tipo chalana e várias pessoas em frente a elas com aqueles espaguetes de piscina, fazendo Hidro Axé (as músicas que sempre ouvimos todo dia) com um professor em cima de uma das chalanas. Tudo muito animado e me lembrou dos passeios de Porto Seguro/Arraial d'Ajuda que fomos. 

     Ali também estavam algumas embarcações vendendo bebidas e várias pessoas em volta de todas fazendo mergulhos ou apenas curtindo. A profundidade máxima ali, em alguns pontos específicos chegava na altura dos cotovelos, algo em torno de 1,5m. Ficamos ali curtindo o movimento e também aproveitei para fazer um pequeno mergulho com a Bia em um recife que tinha ali perto, para procurar peixinhos para ela ver. Mesmo com poucos e com os óculos de natação normal, vimos alguns e um rapaz que estava por lá pegou uma lesma do mar e mostrou para a gente.

     Aproveitamos e puxamos papo com ele, e então ficamos sabendo que aquelas chalanas faziam parte de um passeio que saía de Maceió, parava por ali e passava em vários lugares. Achamos até interessante. Curtimos muito mesmo esse momento.

Turma das Chalanas
Turma das Chalanas
Turma das Chalanas
Mergulho
Lesma do Mar

     Depois de um tempo, as chalanas começaram a voltar e nós também partimos para nossa praia. A maré estava subindo neste momento, mas ainda estava bem baixa, pois os recifes sempre bloqueiam as ondas vindas de alto mar. Voltamos por um caminho mais reto, sem pegar o banco de areia, e a profundidade máxima chegava na cintura. Voltamos devagar, deitamos naquele mar lindo de cor azul e águas cristalinas e quentinhas. Uma maravilha ! Ao nosso redor dava para ver alguns de nossos amigos peixinhos passando. Um paraíso

Volta para a Praia
Volta para a Praia
Volta para a Praia
Volta para a Praia
Volta para a Praia
Volta para a Praia



Piscina


Drinks

     Chegando no hotel, já passava da hora de almoçar. Mas nesse dia dispensamos o restaurante. Fomos direto para a piscina nos refrescar um pouco (estava muito quente), com a água um pouco mais fria e doce. Bia quis comer um cachorro quente (que o rapaz fez especialmente para ela, visto que o cachorro-quente é feito somente nas terças-feiras na praia) e eu resolvi petiscar por ali mesmo, com os espetinhos, mandioca e farofa que fazem do lado do bar da piscina, enquanto tomava/provava mais alguns drinks. 

     Foi uma tarde com muita água !



Drinks !
Almoço na Piscina
Mias Drinks
Piscina!



Jantar Italiano












     Hoje era um dia especial no hotel. Apesar de ser já 1º de novembro, o Halloween iria ser comemorado neste dia, pois no dia anterior estava marcado o jantar dançante (mas bem que o tema do jantar dançante poderia ter sido de Halloween também), mas isso foi até bom, pois havíamos marcado nosso jantar no restaurante no mesmo dia (era o único que estava disponível). 
     A noite estava linda, como toda noite nesta parte do Brasil.

Anoitecer
Anoitecer
Anoitecer


     Neste dia, o jantar era no outro restaurante temático, o italiano Il Giardino. Ele fica localizado dentro do restaurante principal do hotel, e funciona na base de buffet, mas possui um chef disponível para montar algumas massas com molhos já disponíveis em um menu.
    Mas logo na entrada do restaurante principal, uma figura sinistra (a Malévola) já estava nos esperando por causa da noite "especial"...

Malévola
Malévola

Restaurante Italiano
     Passando pela Malévola, entramos no Il Giardino, e para ser bem sincero, não entendi muito bem o propósito deste restaurante ser temático. A decoração é muito simples, mas bonita. Bem que podiam se inspirar no restaurante La Máfia que fomos em Foz do Iguaçu. O Buffet é uma versão bem resumida do buffet do restaurante principal, eu pedi uma massa diferente para o chef e veio uma quantidade considerável que eu não consegui comer tudo. Não estava ruim, mas também não estava apetitoso como esperava. Depois, ofereceram um prato degustação de filé para a gente que não estava muito gostoso, o filé estava um pouco seco. Na hora da sobremesa, nenhuma me apeteceu, acabei pegando uma sobremesa do restaurante principal, que estavam lindas, todas temáticas de Halloween.
     Para a Bia eu peguei um prato no restaurante principal mesmo, ela não se interessou por nada no buffet do Il Giardino. 

     Saí de lá me sentindo "estufado", mas nada satisfeito, e gostaria muito de ter jantado no restaurante principal.
Il Giardino
Il giardino
Il Giardino
Sobremesas Halloween
Sobremesas Halloween
Sobremesas Halloween
Salada de Entrada
Prato Principal
Prato Degustação



Show à Noite

Arena do Show
     À noite o hotel reservou para a gente um show musical no estilo assombrado. Na arena ao ar livre, colocaram vários montes de areia simulando tumbas com cruzes na borda, como se fosse um cemitério. Ao lado a boate estava toda enfeitada de Halloween e para a criançada havia muitas brincadeiras, lanches e doces.

     Depois das brincadeiras o show rolou noite adentro, e eu aproveitei para me despedir provando minhas primeiras caipirinha e caipiroska (isso mesmo, nunca havia tomado nenhuma delas !) essa foi minha viagem das biritas ! 

Boate Halloween
Boate Halloween
Boate Halloween
Boate Halloween


Viagem das Biritas



Nenhum comentário:

Postar um comentário