5 de julho de 2021

Passeio a Porto de Galinhas


        Como Serrambi é do ladinho de Porto de Galinhas, por que não dar uma volta por lá para a Bia conhecer um pouco da cidade, passear nas jangadas e nadar com os peixinhos. 

        Para irmos para Porto de Galinhas, tentei primeiro chamar um Uber ou um 99 Pop pelo celular, mas naquele momento, não tinha nenhum carro disponível. Não sei se o serviço não existe por lá ou foi azar o meu naquela hora. Pesquisei preços de táxis, mas cada trecho iria custar por volta de R$ 100 ! 

        Recorri então aos serviços do hotel. Contratei o translado ida e volta que custou por volta de R$ 130,00, onde o motorista nos deixaria em Porto de Galinhas e nos traria de volta assim que fizéssemos tudo por lá, hora livre. Fizemos isso então, mas o motorista demorou bastante para chegar e a empresa responsável nos recompensou com uma parada em Maracaípe sem custo (da viagem) para fazermos o passeio do cavalo marinho. 

        Partimos então e em cerca de 10 minutos já estávamos chegando em Porto de Galinhas. O motorista nos deixou bem na rua com muitas lojas que a gente anda direto até a praia onde podemos andar de jangada e ver as piscinas naturais.

        Neste ponto, é importante você dar uma pesquisada antes de ir, pois só dá para ir na maré baixa, quando as piscinas naturais são acessíveis. Senão você corre o risco de não poder ir. 

Jangada de Porto de Galinhas
        As piscinas naturais só podem ser acessadas pelas jangadas. Então você tem que comprar um ingresso de R$ 15 por pessoa mais ou menos. Existe um ponto de venda bem na entrada da praia, você compra ali mesmo e entra em uma fila para esperar te colocarem na jangada, ali mesmo na praia. O MAIS IMPORTANTE é você se informar ANTES, pois o passeio depende da maré, só pode ser feita na maré baixa, pois a alta tampa os recifes e as piscinas naturais. No dia que fomos não estava muito cheio não, mas tinha bastante gente. Não esperamos muito e o jangadeiro veio nos pegar, e nesta época de pandemia, todos deviam ficar de máscara para embarcar e limpar as mãos com álcool em gel. 



Praia das Jangadas
Época de Pandemia
Passeio de Jangada
Passeio de Jangada


     Depois de todos embarcados, o jangadeiro começa a travessia. Agora não se engane, se você está pretendendo fazer um passeio de jangada de meia hora (so para ter uma idéia) fique sabendo que esse passeio é apenas para tirar você da praia até os recifes, que ficam a uns 40-50 metros de distância. É rapidinho mesmo, você sobe na jangada, ela começa a navegar e quando você vê, ela já chegou nos recifes. Ali, você desembarca e começa a caminhar pelos recifes (não se esqueça dos seus chinelos!) até as piscinas naturais, onde algumas são apenas para olhar (como a com o formato do Brasil) e outras onde você pode mergulhar, com um óculos e snorkel que o jangadeiro te empresta.

     Ali não se pode demorar demais, pois tem muitas pessoas visitando, mas tem tempo suficiente para você aproveitar bastante. Eu mergulhei e a Bia veio junto, mas ela ficou querendo se segurar em mim e eu ficava afundando, aí ela teve que sair, pois estava perigoso, mesmo ela sabendo nadar. Então é melhor você garantir sua tranquilidade e levar uma boia de braço para as crianças se você quiser aproveitar um pequeno mergulho e observar os peixinhos ali.



Piscinas Naturais
Piscinas Naturais

Dali, voltamos pela cidade e paramos em uma lanchonete para tomar um delicioso sorvete. 



Porto de Galinhas
Porto de Galinhas
Porto de Galinhas
Porto de Galinhas
Porto de Galinhas
Porto de Galinhas


Passeio de Jangada
     Na volta, como nosso motorista havia demorado para nos pegar no hotel, ganhamos uma parada sem custo no passeio dos cavalos marinhos. Os preços do passeio são os mesmos da jangada. A saída já era diferente da que fomos anos antes, somente com o Gabriel, onde antes era parte do passeio, agora é a saída. Não tinham muitas pessoas lá e nossa jangada partiu logo pelo mangue. A jangada normalmente leva duas famílias, dependendo do tamanho, cabem até umas 6 pessoas. 
    O jangadeiro vai subindo o mangue até uma parte onde ele mergulha com um pote de vidro e captura um (ou dois) cavalo(s) marinho(s) para mostrar para a gente, explicando algumas curiosidades sobre eles para a gente. 
     Mais para cima, paramos e o jangadeiro pega alguns siris para mostrar para a gente, e conseguimos um de um tamanho razoável para a Bia pegar sem medo, mas às vezes pode-se achar alguns bem maiores.


Passeio de Jangada
Cavalo Marinho
Parada do Siri
Passeio de Jangada
Siri
Siri

     De lá, voltamos para o hotel para aproveitarmos mais uma piscina noturna e o jantar caprichado. Foi um excelente dia !!!

Serrambi Resort
Serrambi Resort
Serrambi Resort